Dr. Achylles Tomazelli Neto
CRMSC 3793

Dr. Luiggi Ferronato Giordani
CRMSC 12398
DOENÇAS OCULARES | CLÍNICA TOMAZELLI

< Voltar
Clique nas imagens para visualizar maior

Pterígio

√Č uma pequena membrana avermelhada na superf√≠cie do olho que se prolifera em dire√ß√£o √† c√≥rnea. √Č popularmente chamado de "carne crescida" ou equivocadamente de "catarata". O pter√≠gio, em geral, parte da parte branca do olho (esclera) e pode chegar at√© a c√≥rnea. Com bastante freq√ľ√™ncia provoca irrita√ß√£o, vermelhid√£o, ardor, coceira e sensa√ß√£o de cisco no olho, al√©m de muita sensibilidade √† luminosidade.

Causas

A causa exata n√£o se conhece bem at√© hoje. Pode ser provocado por fatores heredit√°rios ou ambientais e tem maior incid√™ncia em regi√Ķes tropicais, onde o clima √© mais seco e quente. O pter√≠gio ocorre em pessoas que passam bastante tempo diante do ar livre, com vento, principalmente durante o ver√£o e com exposi√ß√£o prolongada ao sol, sobretudo aos raios ultravioletas (UVA e UVB). Ambientes com poeira e o ressecamento dos olhos tamb√©m favorecem o surgimento do pter√≠gio.

Tratamento

No in√≠cio, o tratamento pode ser cl√≠nico. √Č importante um acompanhamento oftalmol√≥gico para se fazer a prote√ß√£o adequada dos olhos, como uso de √≥culos escuros e/ou l√°grimas artificiais para evitar o ressecamento. Quando o pter√≠gio apresenta aspecto avermelhado e irritado, √© poss√≠vel que se aplique gotas e pomadas oft√°lmicas espec√≠ficas para reduzir a inflama√ß√£o.
Existem casos em que a cirurgia √© indicada com o objetivo de que o pter√≠gio n√£o alcance a pupila ou deixe manchas de dif√≠cil remo√ß√£o na c√≥rnea, al√©m de poder diminuir a vis√£o ou se tornar antiest√©tico. No entanto, mesmo com uma cirurgia bem executada, o pter√≠gio pode ocorrer novamente. Com o transplante da conjuntiva do olhao do pr√≥prio pacientes e medica√ß√Ķes aplicadas no ato da cirurgia as recidivas que antes eram mais de 50% com necessidade de reopera√ß√£o, hoje s√£o inferiores a 2%.
Esta paciente procurou a Clinica Tomazelli, após 45 dias de pós-operada, oriunda de Tres Passos, RS. Foi submetida a transplante conjuntival amplo com aplicação de mitomicina em ambos os olhos. A foto de 30 dias e 5 anos e 4 meses de pós operatório mostram a total resoluçãodo pterigeo recidivado, sempre de mais difícil resolução que os não recidivados

Clínica de Olhos Tomazelli
(49) 3322.3070
Rua Marechal Floriano Peixoto, 266-0
Centro - Chapecó - SC
(c) 2012 Clínica Tomazelli. Desenvolvido por aleto